Notícias

Padrasto de estudante que atirou em escola em Caraí, no Vale do Jequitinhonha, é preso

Por Redação, 07/11/2019 às 18:40
atualizado em: 07/11/2019 às 19:07

Texto:

Foto: Reprodução/Redes sociais
Reprodução/Redes sociais

A Polícia Militar (PM), prendeu nesta quinta-feira um idoso de 80 anos, padrasto do estudante de 17 que baleou dois alunos na Escola Estadual Orlando Tavares, em Caraí, no Vale do Jequitinhonha. O homem seria o dono da garrucha calibre 38 usada pelo aluno. Um adolescente da mesma idade foi apreendido suspeito de ajudar o colega no crime.

Conforme a PM, no intervalo da aula de educação física o menor tentou invadir uma sala, mas a professora e um aluno fecharam a porta. O adolescente atirou contra a porta, a bala passou por ela e atingiu o pescoço de um estudante e o braço de outro, ambos de 17 anos. Antes, o adolescente ainda tentou atear fogo em uma sala. Cerca de 300 alunos estavam na unidade.

Segundo a PM, o menor queria impressionar uma menina que não quis se relacionar com ele. O adolescente foi apreendido e, com ele, encontrado a garrucha, um facão e um simulacro de arma de fogo.

O aluno atingido no pescoço foi transferido em estado gravíssimo para o Hospital Santa Rosália, em Teófilo Otoni. O acertado no braço foi levado para o Hospital Nossa Senhora Mãe da Igreja, em Padre do Paraíso, e liberado.Em nota, a Secretaria de Estado de Educação afirmou que a Superintendência Regional de Ensino de Teófilo Otoni está na instituição de ensino para apurar e apoiar a direção, a comunidade e as famílias dos feridos.

Escreva seu comentário

Preencha seus dados

ou

    #ItatiaiaNasRedes

    RadioItatiaia

    O deputado estadual de São Paulo Douglas Garcia (PSL), também apontado pelos perfis como um dos alvos, já havia confirmado a divulgação de informações privadas, atribuída por ...

    Acessar Link

    RadioItatiaia

    Número de pacientes que se recuperaram da doença em Minas Gerais, desde o início da pandemia, passou para 5.118 #itatiaia

    Acessar Link