Rômulo Ávila

Coluna do Rômulo Ávila

Veja todas as colunas

Obsessão de Sampaoli por goleiro pode custar milhões ao Atlético 

14/07/2020 às 02:30

Pedro Souza/Atlético

Qual o limite de um treinador em um clube de futebol? Tal questionamento surge em razão da obsessão do técnico Jorge Sampaoli por um goleiro que ‘saiba jogar com os pés’. A bola da vez é Jandrei, emprestado pelo Genova ao Athletico-PR e que custaria R$12,2 milhões ao endividado alvinegro.

Mesmo se situação financeira do Atlético permitisse, acharia um desnecessário investir milhões em um goleiro para um elenco que já tem Victor e, principalmente, Rafael, que chegou ao clube pouco antes da pandemia. Agora, contratar tendo jogadores superiores no grupo chega a ser absurdo. Jandrei pode ter qualidade com os pés, mas Rafael e Victor são superiores tecnicamente com as mãos, principal virtude de um goleiro. 

A obsessão de Sampaoli por um goleiro que tenha habilidade de um zagueiro é tanta que tenho a impressão de que o treinador considera mais um bom desempenho com os pés do que com as mãos. Parece não importar tomar um frango desde que tenha bom passe. É uma inversão de valores. Não há justificativa para trazer mais um goleiro, ainda mais quando se trata de um atleta comum que custa caro.

O caso de Sampaoli é só um exemplo do que é comum no futebol brasileiro. Treinadores chegam, exigem reforços e depois vão embora deixando para trás a fatura para o clube pagar. É preciso impor limite. Afinal, treinador passa e os clubes ficam. 

 


 

Escreva seu comentário

Preencha seus dados

ou

    #ItatiaiaNasRedes

    RadioItatiaia

    ⚠️Leia a coluna de Milton Naves.

    Acessar Link

    RadioItatiaia

    Ele foi substituído por Paulo Renato Coelho, que apitou a vitória americana por 1 a 0. #Itatiaia

    Acessar Link