Notícias

Conselheiros se reúnem com deputado para pedir abertura de CPI no Cruzeiro

Por Redação, 13/12/2019 às 18:49

Texto:

Reprodução/Redes Sociais

Um grupo de conselheiros do Cruzeiro se reuniu nesta sexta-feira com o deputado estadual Léo Portela (PL) para entregar um documento pedindo a instauração de uma Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) para investigar a gestão do presidente Wagner Pires de Sá.

Estiveram na Assembleia Legislativa de Minas Gerais (ALMG) os conselheiros do Cruzeiro Gustavo Gatti, Giovanni Baroni, Anísio Ciscotto e Dalton Loredo, além do advogado e associado do clube celeste, Kriss Bretas.

Como o Cruzeiro é uma instituição privada, seria necessária a intervenção do Ministério Público para se instalar a CPI. Para que a investigação seja aberta na ALMG, os conselheiros precisarão do voto de 26 deputados (um terço do total). O processo não teria um prazo para ser votado na Casa e ainda teria que ser apreciado pelo presidente Agostinho Patrus (PV).

Rebaixado para a Série B do Campeonato Brasileiro, o clube celeste atravessa uma grave crise financeira e política. A dívida da Raposa é de cerca de R$ 700 milhões, segundo o ex-gestor de futebol Zezé Perrella. Além disso, a atual diretoria e membros que já deixaram o clube são alvo de investigação do Ministério Público e da Polícia Civil por lavagem de dinheiro, falsidade ideológica e falsificação de documentos.

Escreva seu comentário

Preencha seus dados

ou

    #ItatiaiaNasRedes

    RadioItatiaia

    'Eu estou levando minha revolta para um lado de injustiça, eu preciso de uma resposta. Eu guardei tudo no quarto do bebê. Essa dor parece que não vai passar', completa.

    Acessar Link

    RadioItatiaia

    O caso foi revelado em primeira mão pela rádio Itatiaia e repercute nacionalmente.

    Acessar Link